terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Viagem nos transportes públicos na Olimpíada contará com bilhete especial

30/11/2015 – O Dia 

Cariocas e turistas poderão, durante a Olimpíada, comprar um bilhete só para fazer diversas viagens no metrô, trens, BRT, ônibus e barcas por um, três ou sete dias. A ideia é que, durante o período de validade, o “Cartão Olímpico” permita viagens ilimitadas. Entretanto, algumas restrições serão impostas para evitar fraudes.

“Vamos ter algumas restrições de tempo entre os embarques para evitar, por exemplo, que um grupo de pessoas viaje com um único bilhete, que será pessoal e intransferível”, afirma o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osorio, que acrescentou que os preços desses cartões ainda estão em estudo. O plano de transportes para os Jogos prevê também o funcionamento do metrô e trens por 24 horas em alguns dias em que as competições e eventos terminam mais tarde.

“Programamos operação 24 horas para os dias mais críticos, em que teremos competições terminando após meia-noite. Nestas datas, o intervalo do metrô, entre 0h e 5h, será de 20 minutos”, explicou o diretor de Operações do MetrôRio, Daniel Habib, que apresentará o plano da concessionária para a Olimpíada no 2º Fórum Movecidades, que acontece de amanhã a sexta, em São Paulo.

O MetrôRio também prevê a redução dos intervalos de composições em até três minutos. Nos fins de semana, quando os intervalos chegam a oito minutos e meio, durante os Jogos, cairão para cinco minutos e meio. Em média, os intervalos do metrô no período da Olimpíada serão de quatro minutos e meio. O planejamento ainda prevê operações especiais em dias como 11 de agosto, com duas partidas de vôlei e futebol relevantes. Na ocasião, 43 mil pessoas devem chegar às partidas, entre 16h e 17h, e 61 mil deixam os locais após as 20h30.

São esperados mais de 1 milhão de turistas na cidade durante a Olimpíada. Além das 49 composições que circulam nas linhas 1 e 2 do metrô, mais 15 passarão a rodar com a Linha 4, a ser inaugurada antes da competição.

80% das obras de mobilidade urbana foram concluídas*

A menos de 250 dias para a Olimpíada, as obras de mobilidade urbana da prefeitura atingiram o percentual de 80% de execução, segundo a Secretaria Municipal de Obras (SMO). A ampliação do Novo Joá, o Lote Zero do BRT Transoeste (Alvorada – Jardim Oceânico) e a Transolímpica entram nas fases finais, como pavimentações, acabamento e iluminação, neste mês e serão entregues no primeiro semestre de 2016.

“São obras que começaram em 2012 e demoraram cerca de quatro anos para serem concluídas. Vão reestruturar todo o sistema de mobilidade da cidade do Rio”, explica o secretário Municipal de obras, Alexandre Pinto.

A Transolímpica será um sistema BRT, com 25 quilômetros, e uma via expressa para carros, do Recreio dos Bandeirantes a Deodoro, ligando dois parques olímpicos. “Estamos finalizando o viaduto na região de Curicica. Está quase tudo pronto, estamos focados na pavimentação agora”, explicou o secretário sobre o estágio atual das obras.

Alexandre Pinto disse que ainda não sabe qual dos dois BRTs, Transolímpica ou o Lote Zero do Transoeste, será inaugurado primeiro, mas garantiu que ambos serão finalizados impreterivelmente no primeiro semestre de 2016.

Entre as obras viárias, o secretário afirma que estão sendo concluídas a nova ponte da Joatinga e a colocação das estruturas da ciclovia do Elevado do Joá. A ampliação do Joá aumentará, segundo ele, em 35% a capacidade de circulação de carros entre as zonas Sul e Oeste, com duas novas faixas de rolamento que estão sendo construídas, com extensão de 5 quilômetros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário