quinta-feira, 30 de julho de 2015

Estado e MetrôRio entregam primeiro dos 30 trens revitalizados

29/07/2015 - Metrô Rio

Concessionária investirá R$ 6 milhões na reforma, revisão de sistemas, ar-condicionado e pintura de todas as composições antigas. Projeto será concluído até os Jogos de 2016
Concessionária investirá R$ 6 milhões na reforma, revisão de sistemas, ar-condicionado e pintura de todas as composições antigas. Projeto será concluído até os Jogos de 2016

A Secretaria de Estado de Transportes e a Concessionária MetrôRio entregaram nesta quarta-feira, dia 29/07, o primeiro dos 30 trens antigos revitalizados do metrô. Com a entrada em operação nas Linhas 1 e 2 das 15 novas composições da Linha 4, o MetrôRio irá retirar do sistema, gradativamente, os trens mais antigos da frota para o processo de revitalização na oficina, com o objetivo de melhorar a performance dos trens e aumentar o conforto dos passageiros.

O ciclo da manutenção deverá durar 30 dias, aproximadamente. Após esse período, o trem retornará à grade operacional. Serão revistos sistemas elétrico, de portas e propulsão, além de manutenções preventivas e corretivas. O ar-condicionado receberá atenção especial, com modificação de componentes e troca de condensadores.

As composições serão desoxidadas e passarão por processo de pintura. Os bancos terão tons azul e prata, assim como o modelo dos trens novos. O primeiro trem revitalizado entra em operação nesta quinta-feira, 30 de julho e, até o início do segundo semestre de 2016, todas as 30 composições terão passado pelo Centro de Manutenção.

Além dos 30 trens antigos, o sistema metroviário do Rio conta com 19 novas composições, adquiridas em 2009, que operam na Linha 2. Além disso, outros 15 trens foram comprados para circular na Linha 4 (Barra da Tijuca-Ipanema) do metrô. Do total dessas composições, 12 já estão no Rio, sendo que três já estão em circulação. Até o fim de 2015, as demais desembarcarão na cidade.

Com a chegada dos 15 novos trens para a Linha 4, o MetrôRio passará a ter 64 composições. Um incremento de mais de 100% em relação às composições que operavam no sistema em relação ao ano de 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário