quinta-feira, 11 de junho de 2015

Obra da Linha 4 do Metrô adianta um mês no cronograma

10/06/2015 - Jornal do Brasil

Após fazer a viagem inaugural do primeiro trem que vai operar na Linha 4 do Metrô (Barra da Tijuca - Ipanema), o governador Luiz Fernando Pezão anunciou que a chegada do Tunnel Boring Machine, mais conhecido com Tatuzão, ao Jardim de Alah será antecipada em um mês. Prevista inicialmente para a segunda quinzena de agosto, a chegada do equipamento deve acontecer em julho. 

Pezão também afirmou que, com a entrada em circulação dos 15 novos trens chineses, 30 composições antigas devem ser revitalizadas. De acordo com o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio, o Governo do Estado está negociando a reforma com a concessionária que administra as Linhas 1 e 2.

"Hoje é um dia muito importante para a mobilidade no Rio de Janeiro. Dos 15 trens que compramos, 12 já chegaram. Estamos empenhados nas obras que vão melhorar a mobilidade da população fluminense e queremos tirá-las do papel. Quando entregarmos a Linha 4, queremos já ter outra obra em andamento, até para poder empregar esses mais de 9 mil trabalhadores que estão aqui. Nesse momento, a mais viável é o metrô Estácio-Carioca-Praça 15. Para a Linha 3, que vai ligar Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, dependemos de recursos do Governo Federal e estamos aguardando um posicionamento sobre isso", disse o governador.

Pezão também visitou as obras de expansão da Estação General Osório, onde será feita a conexão entre as Linhas 1 e 4 do metrô. A estação, que está sendo duplicada, vai ganhar um novo acesso, que será feito pela Lagoa.

"Nossa previsão é que todos os 15 novos trens cheguem até setembro e sejam testados nas Linhas 1 e 2 até abril do ano que vem. Em julho de 2016, com a inauguração da Linha 4, começa a operação comercial. Essas composições representam o que há de mais moderno na tecnologia metroviária no mundo. Estamos negociando com a concessionária que opera as Linhas 1 e 2 uma reforma completa na frota e esperamos que o padrão de trem da Linha 4 se estenda a toda a rede", afirmou o secretário.

Das seis estações da Linha 4 do Metrô, quatro estão totalmente escavadas e em fase final de construção: Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, São Conrado, Antero de Quental, no Leblon, e Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. Todas ganharam piso de granito nos acessos de passageiros e pastilhas nas paredes e cobertura de vidro nas entradas e painéis de azulejos decorativos. Na Estação Nossa Senhora da Paz, as escadas rolantes já começaram a ser instaladas.

Dos 12 novos trens que já estão no Rio, três já estão em operação, circulando preferencialmente na Linha 1. As composições possuem seis carros com capacidade para 1.800 pessoas, ar-condicionado, passagem interna entre os carros, painéis de LED com sistema informatizado de comunicação e CÂMERAS DE MONITORAMENTO interno. A previsão é que a Linha 4, que terá cerca de 16 km de extensão, transporte mais de 300 mil passageiros por dia e retire das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário