terça-feira, 10 de junho de 2014

Sem acordo coletivo, metroviários do Rio ameaçam parar

09/06/2014 - Jornal do Brasil

Gisele Motta
 
O site do Sindicato dos Metroviários do Estado do Rio de Janeiro (Simerj) publica uma carta aberta anunciando a possibilidade de greve: "O Metrô pode parar". Nesta segunda e terça-feira acontecem reuniões entre o Simerj e o Metrô Rio. Amanhã, às 18h, será realizada uma assembleia para discutir a possível paralisação. ­­­

Na carta aberta, os metroviários expõem os motivos para paralisação. "O Metrô Rio cobra a passagem mais cara do país, desde a privatização em 1998, a passagem subiu de R$ 0,35 para R$ 3,50, uma alta de 1000%, bem mais que a inflação no período, que foi de 347%. O Metrô Rio paga o menor salário do Brasil para metroviários".

Nenhum comentário:

Postar um comentário