terça-feira, 24 de junho de 2014

Invepar registra aumento de 24% de passageiros do Metrô Rio

24/06/2014 - Monitor Mercantil

As mudanças de acesso ao centro do Rio de Janeiro, em função das obras na região, e a inauguração da Estação Uruguai, na Tijuca, também contribuíram para o crescimento de 24,2% em relação ao mesmo mês de 2013, diz a Invepar.

A reabertura da Estação General Osório, em Ipanema, em dezembro do ano passado, contribuiu para o fechamento do mês de maio do Metrô Rio, com um total de 19,4 milhões de passageiros transportados. As mudanças de acesso ao centro do Rio de Janeiro, em função das obras na região, e a inauguração da Estação Uruguai, na Tijuca, também contribuíram para o crescimento de 24,2% em relação ao mesmo mês de 2013, diz a Invepar.

O tráfego consolidado de Veículos Equivalentes Pagantes (VEP) nas rodovias da operadora, registrou um crescimento de 12,3% atingindo um total de aproximadamente 20,2 milhões de VEP. O aumento, em relação ao mesmo mês de 2013, foi influenciado principalmente pelo maior fluxo de veículos pesados, principalmente na Via Parque Rímac (VPR), em Lima, Peru, e Concessionária Auto Raposo Tavares (CART), além do início da prestação de serviços da Concessionária Rota do Atlântico (CRA), em Pernambuco.

No segmento de Aeroportos, a Invepar contabilizou um movimento de 3,1 milhões de passageiros em GRU Airport, crescimento de 8,9% em comparação a maio do ano passado. No período, houve 24,9 mil movimentos de aeronaves, um aumento de 5,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. Este crescimento foi impulsionado pelo início das operações de oito novas companhias aéreas estrangeiras e pela inauguração do novo Terminal 3, com capacidade para 12 milhões de passageiros. Já a carga movimentada teve aumento de 5,2%, influenciado principalmente pelo aumento das exportações.

O grupo controla atualmente nove concessões rodoviárias, totalizando 1.963,8 quilômetros sob gestão; GRU Airport, Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos, considerado o maior da América Latina; e duas concessões no segmento de mobilidade urbana: Metrô Rio e VLT Carioca.

Fonte: Monitor Mercantil

Nenhum comentário:

Postar um comentário