sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Série mostra aperto de passageiros que viajam no metrô do Rio

12/09/2013 - G1

Promessa da concessionária é que o serviço melhore até o fim de 2013. Há 1 mês, uma pane na rede elétrica paralisou o serviço durante a JMJ.

O segundo dia de reportagens da série especial sobre o transporte público, o RJTV falar sobre o metrô. A viagem da equipe começou por volta das 18h, na Cinelândia, com destino à Pavuna. O metrô chegou rápido, mas lá dentro, ter espaço era um privilégio e virou motivo de discussão. As mãos competiam por um espaço.

A equipe entrou em uma das 19 composições compradas na China e que entraram em operação em 2012.  Segundo o Metrô Rio, os novos trens reduziram o intervalo de espera, mas passageiros ainda reclamam do serviço.

Pane na JMJ

Há pouco mais de 1 mês, uma pane na rede elétrica paralisou o serviço durante a Jornada Mundial da Juventude. Peregrinos que participavam da JMJ passaram sufoco nos vagões.

- Siga o Sindicato da Sorocabana no Twitter e no Facebook

O metrô é usado por 650 mil pessoas, todos os dias. A promessa da concessionária é que o serviço melhore até o fim deste ano. Com a abertura da estação General Osório, fechada para as obras da linha 4, todos os 49 trens da frota estarão circulando e a oferta de lugares deve pular para 1,2 milhão. Enquanto isso, passageiros tentam aliviar a volta pra casa.

De acordo com o Metrô Rio, houve 15 paralisações no sistema este ano. A concessionária informou que o índice de regularidade é de quase 95% e está dentro dos padrões mundiais.

Sobre o problema de lotação, a concessionária disse que será resolvido com o fim das obras da linha quatro.

Fonte: Do G1 Rio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário