quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Grupo do Rio visita fábrica da CNR na China

12/09/2013 - Revista Ferroviária

Um grupo formado por representantes do MetrôRio e da Linha 4 carioca estão na China para visitar a fábrica da Changchun Railway Vehicles Co. (CNR), que fabricará os 15 trens que irão operar na nova linha do Rio de Janeiro. Entre os membros da comitiva está o diretor do MetrôRio, Joubert Flores.

O contrato com a CNR foi firmado no início de agosto. O fornecedor chinês também os 19 trens adquiridos para a operação das Linhas 1 e 2 do metrô carioca e está fabricando os 30 trens que o governo do Rio comprou para a SuperVia.

O Grupo Invepar (controladora da MetroRio) adquiriu, por meio de contrato de outorga de opções de compra e venda de ações da Concessionária Rio Barra, o direito de operação da Linha 4 no final das obras. Dentro desse contrato, a MetroBarra (empresa do Grupo Invepar) assume o investimento de R$ 1 bilhão em sistemas e material rodante, que antes era de responsabilidade da Concessionária Rio Barra.

A Linha 4 do Rio, que ligará a Barra da Tijuca a Ipanema está em obras. O trecho Sul, Ipanema-Gávea, está sendo construído pelo Consórcio Linha 4 Sul, formado pela Odebrecht Infraestrutura (líder), Carioca Engenharia e Queiroz Galvão. Já o trecho Oeste, Gávea-Barra da Tijuca, está sob responsabilidade do Consórcio Rio Barra, formado pela Queiroz Galvão (líder), Odebrecht Infraestrutura, Carioca Engenharia, Cowan e Servix. A previsão é que a linha esteja pronta em 2016.

O custo da implantação da Linha 4 é R$ 8,5 bilhões, sendo R$ 7,5 bilhões de obra civil (Estado) e R$ 1 bilhão de sistemas e material rodante. As fontes de financiamento do projeto são Agência Francesa de Desenvolvimento, BNDES, Banco do Brasil e Tesouro Estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário