quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Valor da passagem sobe com suspensão do cartão integração metrô-ônibus

30/12/2010 - O Dia  - Thiago Feres

Sem aviso, quatro empresas param de aceitar cartões pré-pagos na ligação com Barra e Jacarepaguá

Rio - Sem aviso prévio, quatro empresas de ônibus do consórcio Transcarioca deixaram de aceitar por tempo indeterminado os cartões pré-pagos de integração vendidos nos guichês do metrô para a Barra da Tijuca e Jacarepaguá. A decisão pegou usuários de surpresa e fez o valor total da passagem subir de R$ 3,80 para R$ 5,50.



Passageiros foram pegos de surpresa com a decisão tomada pelas quatro empresas

Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia

Ontem, avisos foram anexados nas bilheterias de todas as estações do metrô, e usuários protestaram na Praça General Osório, em Ipanema, ponto de embarque. “Venho da Barra todos os dias para a Zona Sul e fiquei indignado de ser informado pelo cobrador que o meu cartão não seria aceito. Sequer houve comunicado. Absurdo!”, disparou o web designer, Rafael Alfredo, 28.

Por dia, quatro mil passageiros utilizam a integração para a Barra e Jacarepaguá. De acordo com o vice-presidente do Rio Ônibus, Otacílio Monteiro, os coletivos das empresas Real, Redentor, Expresso Barra e Jabour contam com validadores administrados pelo Metrô Rio, que vinham apresentando problemas técnicos. “O sistema segue aceitando RioCard e Bilhete Único, mas estará suspenso para os cartões pré-pagos até encontrarmos uma solução”, disse.

Ontem, o Metrô Rio ressarciu em R$ 3 os usuários que tinham cartões, mas novas vendas foram suspensas. A empresa destacou que a decisão do Rio Ônibus foi unilateral e acionou a Secretaria Municipal de Transportes para providências.

Aplicação de multa não está prevista

Resolução 2028 da Secretaria Municipal de Transportes, de 19 de agosto de 2010, autoriza a integração entre os modais com valor fixado em R$ 3,80. Ontem, a Subsecretaria de Fiscalização de Transporte enviou documento ao consórcio Transcarioca cobrando explicações.

No entanto, não há previsão de aplicação de multa por parte da prefeitura, já que o valor fixado na Resolução continua sendo cobrado com o uso do RioCard e Bilhete Único. O retorno da venda dos cartões depende de acerto entre Metrô Rio e empresa de ônibus.

http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2010/12/valor_da_passagem_sobe_com_suspensao_do_cartao_integracao_metro_onibus_133877.html








.

Nenhum comentário:

Postar um comentário