quinta-feira, 27 de julho de 2017

Usuários do metrô do Rio vão poder usar celular para embarcar e comprar passagem

26/07/2017 - EBC Agência Brasil

Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil

A partir de outubro, os usuários diários do metrô na capital fluminense poderão obter créditos para embarque e acessar informações sobre horários de partida, sem sair de casa. Por meio do aplicativo Moov para smartphones, o passageiro poderá usar o próprio celular, com uso de código, para embarcar.

A conta será abastecida diretamente pelo cartão de crédito do passageiro, sendo o valor debitado da conta criada no aplicativo. A plataforma possui canal direto de comunicação com os usuários, o que permitirá alertas sobre atrasos nos trens e estações fora de funcionamento, por exemplo. Diariamente, esse meio de transporte público transporta cerca de 880 mil pessoas.

O aplicativo foi desenvolvido pela venture builder [tipo de empresa que investe em negócios inovadores com os próprios recursos] Brave e tem como objetivo a integração entre todos os modais de transporte público, individual ou coletivo. A parceria entre a concessionária do sistema metroviário MetrôRio e o desenvolvedor da plataforma também visa a reduzir gastos com a emissão de cartões físicos, totens de autoatendimento e balcões de venda.

Atualmente, o MetrôRio tem 41 estações, duas linhas em atividade e 14 pontos de integração.



sexta-feira, 14 de julho de 2017

Sistema de piloto automático da Linha 4 do metrô passa por testes

07/07/2017 - Governo do Rio de Janeiro

O secretário de Estado de Transportes, Rodrigo Vieira, percorreu, na madrugada desta sexta-feira (6/7), as estações da Linha 4 do metrô para acompanhar o serviço de testes do piloto automático. O sistema, adotado também na linha 1, reduz o consumo de energia e melhora a performance do trem, dando mais previsibilidade e regularidade à operação. 
  
Para começar a operar completamente, o sistema passará por testes operacionais, realizados pela equipe técnica do MetrôRio, em conjunto com os testes de performance, executados pela Siemens, empresa responsável pela instalação dos equipamentos. 

"Essa é mais uma etapa da implantação da Linha 4, que vai garantir ainda mais comodidade para quem utiliza o metrô. A principal percepção da população serão as paradas nas estações e saídas mais suaves. O piloto automático vai permitir extrair o máximo de performance da linha", afirmou Rodrigo Vieira. 

Segundo Constantino Battista, gerente de projetos da Siemens, a fase final de ajustes dura até o fim do mês. 
  
"As cartas liberatórias serão expedidas até final de julho, quando a operadora do metrô deve começar a fazer os testes operacionais. Com o piloto automático instalado, será possível atingir o menor intervalo de tempo possível entre as composições, melhorando a experiência do usuário", disse.