terça-feira, 11 de novembro de 2014

Após seis meses parado, tatuzão retoma escavações em Ipanema

11/11/2014 - O Globo

Após permanecer parado durante seis meses, o tatuzão retomou ontem as escavações nas obras da Linha 4 do metrô (Jardim Oceânico-General Osório) na Rua Barão da Torre, em Ipanema. De acordo com o Consórcio Linha 4 Sul, a máquina perfurou cerca de um metro, e a previsão é que as escavações até a Praça Nossa Senhora da Paz sejam concluídas até dezembro. As obras no trecho foram paralisadas em 11 de maio, quando duas crateras se abriram entre os prédios 132 e 138.

Por volta das 9h de ontem, pouco tempo depois que o tatuzão foi religado, um buraco surgiu na calçada da Escola Municipal José Linhares. Mas, segundo o Consórcio Linha 4 Sul, o problema não tem qualquer relação com a obra do metrô. Ainda de acordo com os construtores, o estouro de uma manilha provocou um vazamento de água, fazendo com que parte da terra cedesse. A Cedae informou que o vazamento foi causado por uma obstrução num dos prédios da rua. O conserto foi concluído ontem mesmo.

A artista plástica Heliana de Carvalho Brandão, que mora na Rua Barão da Torre em frente ao local onde o tatuzão está posicionado, acordou assustada com a vibração em seu apartamento.

— Como não sabia que o tatuzão voltaria a operar hoje, desci assustada para avisar aos demais que algo errado estava acontecendo. Foi quando me explicaram que o tatuzão tinha voltado a funcionar. Estou assustada — disse ela.

PEZÃO: CRONOGRAMA MANTIDO

No edifício 123, moradores colocaram cartazes com mensagens de S.O.S na portaria. De acordo com o engenheiro civil Wady Addum, que mora no prédio, a mensagem é um apelo para que não ocorra qualquer desastre com a retomada das escavações. No mesmo prédio, a moradora Maria Célia, de 80 anos, conseguiu que a empresa colocasse janelas acústicas em seu imóvel para amenizar o barulho da obra.

— Tudo deveria ser avisado, inclusive a data certa para retomada das escavações.

Segundo o governador Luiz Fernando Pezão, embora a obra tenha ficado parada por seis meses, o governo está tranquilo quanto ao prazo. Ele acrescentou que ela será entregue no primeiro semestre de 2016, a tempo das Olimpíadas.

Segundo o Consórcio Linha 4 Sul, o trabalho segue como o esperado desde 16 de outubro, quando o tatuzão foi religado. A empresa informou que o tratamento do subsolo da Rua Barão da Torre foi feito com injeções de calda de cimento, e o terreno atingiu a coesão anterior ao incidente de maio. A Linha 4 Sul reforçou ainda que foi necessário rebaixar o do lençol freático para diminuir a pressão da água durante o processo de escavação e que não há risco para as edificações no entorno da obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário