sábado, 23 de março de 2013

Tatuzão para escavar Linha 4 do metrô chega ao Rio

19/03/2013 - Correio do Brasil

O Tunnel Boring Machine (TBM), 'Tatuzão', já está no Rio de Janeiro, onde vai ser usado para construção do túnel da Linha 4 (Ipanema – Barra da Tijuca). O equipamento foi transportado por caminhões especiais do Porto do Rio, onde chegou, até a Leopoldina, local que será usado para a pré-montagem da máquina, antes do ser transportada para a obra.

O equipamento tem 115 peças, das quais 25 já estão no local da pré-montagem. As partes estarão juntas até o fim da semana. Só o rolamento, um dos principais componentes do Tatuzão, pesa 153 toneladas e exigiu um esforço diferenciado para seu transporte, um caminhão especial (uma linha de eixos) que percorreu os dois quilômetros entre o porto e a Leopoldina em uma hora.

Até outubro, a máquina começa a construir o túnel subterrâneo do metrô de Ipanema à Gávea sem passar por baixo de prédios e sem a necessidade de abrir buracos na superfície das ruas, minimizando o impacto das obras. Com 2 mil toneladas e 120 metros de comprimento por 11,5 metros de diâmetro (o equivalente a um prédio de quatro andares), o Tatuzão escava de 15 a 18 metros de túnel por dia, quatro vezes mais rápido que os métodos utilizados anteriormente no Rio de Janeiro.

Inédito no estado, trata-se do maior TBM da América Latina e o maior equipamento já utilizado em obras metroviárias no Brasil. A viagem do 'Tatuzão' – que veio dividido em 12 contêineres e outras 71 peças soltas – começou, em janeiro, em Schawanau, na Alemanha. De lá, seguiu de caminhão até o Porto de Kehl, no Alto Reno, na França. Depois, foi colocado em uma balsa com destino ao Porto da Antuérpia, na Bélgica, onde embarcou no navio Thorco Copenhagem para o Brasil.

A embarcação chegou em águas cariocas em 27 de fevereiro e ficou em alto mar, entre Ipanema e Copacabana, enquanto aguardava autorização para atracar no Porto do Rio. A segunda etapa da montagem do TBM acontecerá em uma caverna no subsolo ao lado da Estação General Osório, de onde o Tatuzão irá iniciar as escavações em direção à Gávea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário