quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Governo de SP abre licitação para obras da linha 6-laranja do metrô

30/01/2013 - Folha de São Paulo

O governo paulista lançou na manhã desta quarta-feira o edital de licitação para as obras da linha 6-laranja do metrô, que ligará Brasilândia (zona norte) a São Joaquim (região central).

A partir de agora, as empresas interessadas têm até 90 dias para apresentar as propostas. Empresas internacionais também poderão concorrer.

Ganhará a concorrência a empresa ou consórcio que apresentar a proposta de menor custo. O investimento estimado é de R$ 7,8 bilhões --dos quais metade sairá dos cofres do Estado.

O valor previsto pelo governo para as indenizações por desapropriações é de R$ 700 milhões.

O edital prevê que a empresa vencedora será responsável pelas desapropriações, construção, implantação e manutenção, e terá concessão por 19 anos para operar o trecho.

A nova linha terá 15,9 km de extensão e 15 estações, que terão integração com as linhas 1-azul (São Joaquim), 4-amarela (Higienópolis-Mackenzie) e 7-rubi e 8-diamante da CPTM (Água Branca).

O ramal ficou conhecido como "linha das universidades" por cruzar instituições de ensino como PUC, Faap, Mackenzie e FMU.

O prazo previsto no edital é que as obras sejam concluídas em até seis anos, mas o governador diz que elas podem ficar prontas em menos tempo.

"Achamos que poderá ser feito em quatro anos, e à medida que as estações forem ficando prontas, já vão entrando em operação", disse Alckmin.

A estimativa é que 633,6 mil passageiros por dia usem a nova linha.

A linha 6-laranja foi alvo de polêmica em 2011, quando parte dos moradores de Higienópolis protestarem contra a construção de uma estação no bairro. (PATRÍCIA BRITTO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário