quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Funcionários empurram passageiro em metrô lotado no Rio

10/01/2013 - G1 Rio

Imagens mostram funcionários fazendo força para empurrar homem (Foto: Reprodução / YouTube)

Um vídeo postado na internet feito por um cinegrafista amador mostra um passageiro sendo empurrado por funcionários para dentro de um metrô lotado no fim da tarde desta quarta-feira (9) (assista ao vídeo no YouTube). O Metrô Rio, concessionária responsável pelo transporte, informou que o episódio aconteceu na estação Presidente Vargas por volta das 18h30 e que o trem ficou parado por dois minutos na plataforma.

As imagens mostram dois funcionários empurrando o passageiro para dentro do trem. Como a composição estava lotada, um terceiro empregado do metrô, um segurança, aparece para forçar a entrada do passageiro até a porta se fechar.

Em nota, o Metrô Rio informou que os funcionários pediram ao homem para se retirar, pois não havia espaço para ele na composição. O usuário teria se negado a sair e os funcionários tentaram espremê-lo para dentro da composição. De acordo com a concessionária, foi o "último recurso" para que o trem pudesse seguir viagem. As portas dos outros vagões já estavam fechadas.

Três estações fecham

A circulação do metrô ficou paralisada por trinta minutos entre as estações Saens Peña e Afonso Pena, por volta das 17h de quarta, devido à queda de um passageiro nos trilhos. Segundo o Metrô Rio, o ocorrido refletiu na fluidez das viagens e causou superlotação nas composições, como é possível ver no vídeo.

RF – Leia na íntegra a nota enviada pelo MetrôRio à Revista Ferroviária:

"Sobre o vídeo compartilhado esta manhã nas redes sociais envolvendo o embarque em uma de suas estações, o MetrôRio esclarece:

- O episódio ocorreu às 18h38 de ontem (09/01) na Estação Presidente Vargas. O trem apresentava lotação acima do normal como reflexo do incidente ocorrido na Estação Saens Peña que paralisou três estações da Linha 1, após a queda de um passageiro que se jogou de forma proposital na via.

- Todas as portas da composição já estavam fechadas, à exceção da que aparece no vídeo e que estava obstruída por um passageiro que insistia em embarcar, mesmo sem haver espaço físico adequado para ele dentro da composição.

- Por conta dessa obstrução, o trem ficou parado na plataforma por dois minutos – tempo demasiado e que poderia comprometer a fluidez da operação.

- Em situações assim, os passageiros são orientados pelos agentes do MetrôRio a desembarcar e viajar na composição seguinte.

- Diante da insistência do passageiro em embarcar, o procedimento adotado pelo agente de segurança foi o último recurso para que o trem fosse liberado já que, com ele parado, a circulação das linhas 1 e 2 seriam interrompidas em pleno horário de pico.

- Os seguranças do MetrôRio são treinados e instruídos para orientar os passageiros durante o embarque. A Concessionária reitera que, em todos os trens, através de avisos sonoros e visuais, os passageiros são orientados a não viajarem próximos às portas e a respeitar os avisos de fechamento dos carros, a fim de não comprometer a operação e a fluidez do serviço."

Nenhum comentário:

Postar um comentário