sexta-feira, 20 de julho de 2012

Promotoria analisa falha em projeto do metrô, no Rio

17/07/2012 - Folha de São Paulo

O Ministério Público do Rio vai analisar supostas falhas de projeto na compra de composições a serem usadas no metrô do Rio. De acordo com o Sindicato dos Metroviários do Rio, intervenções têm sido feitas em plataformas para se adaptar aos novos vagões.

Segundo informações do sindicato, as novas composições chinesas têm um balanço diferente das atuais. Por conta disso, o Metrô Rio, responsável pela linha metroviária no Rio, estaria reduzindo o tamanho das plataformas em até 20 cm para evitar colisões.

O Metrô Rio nega a informação. Afirma que se trata de padronização dos vãos entre os trens e a plataforma em todas as estações. Segundo a concessionária, hoje esse espaço varia entre 25 cm e 3 cm. Ele será padronizado em 9 cm, medida definida internacionalmente, segundo a empresa --à exceção nas estações em curva, onde o vão não pode ser diminuído.

Após as denúncias do sindicato, a Promotoria instaurou procedimento administrativo a fim de apurar as informações.

Dois dos 19 trens comprados já chegaram ao Rio. Eles vão aumentar a frota em 68% e serão usadas na Linha 2 do metrô.

Nenhum comentário:

Postar um comentário