sexta-feira, 11 de junho de 2010

PGE derruba liminar contra leilão do metrô


10/06/2010 - O Globo
RIO - A Procuradoria Geral do Estado (PGE) conseguiu derrubar, nesta quinta-feira, a liminar que suspendia o leilão de seis terrenos do metrô. A revogação da liminar foi obtida junto à 47ª Vara do Trabalho da Capital. Com isso, o leilão será realizado, como estava previsto, no dia 14 de junho, às 15h.
O leilão havia sido suspenso pela juíza Rosângela Kraus, da 47ª Vara de Trabalho, acatando uma ação movida por um ex-funcionário da Rio-Trilhos (que absorveu a equipe da antiga Companhia do Metropolitano), com base no fato de que a empresa tem dívidas trabalhistas.
Segundo o secretário estadual de Transporte, Sebastião Rodrigues, o dinheiro arrecadado com o leilão será usado na construção da Linha 4 do metrô (que ligará a Zona Sul à Barra) e no pagamento de dívidas com ex-funcionários.
No entanto, o advogado Marco Antônio Andrade, que defende o autor da ação, diz que no edital não há qualquer referência a pagamento de dívidas trabalhistas. Segundo o advogado, o dinheiro do leilão irá diretamente para a conta-corrente do estado, e não da Rio-Trilhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário